“Ser rasa”


gotinha Ser rasa é o desejo de uma gota d’água que veio do fundo do mar. Ela entendeu, de verdade, as conseqüências do peso da profundidade…e não se arrependeu, porque é preciso se estar vazio pra ser cheio do que é bom.

(ser poesia, Fernanda Telha)

Anúncios

Uma consideração sobre ““Ser rasa””

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s